Massoterapia canina AnimaTherapy

Mas afinal, o que é a massoterapia canina? Como a massagem pode ajudar meu cão? Quando eu devo recorrer a essa modalidade de terapia?

A massoterapia canina é uma terapia complementar utilizada para minimizar ou tratar problemas no sistema muscular canino. Trata-se de uma massagem terapêutica que tem o objetivo final de recuperar e manter a capacidade física e mental dos cães.

Nessa modalidade, técnicas específicas de massagem são usadas de acordo com a necessidade do cão, com a natureza de seu problema muscular e, principalmente, com suas características anatômicas, fisiológicas, e psicológicas.

Essas técnicas podem ser empregadas, por exemplo, para recuperar um músculo lesionado ou sobrecarregado. Lesões e sobrecargas normalmente causam desconforto, dor e claudicação. Tudo isso acaba dificultando a locomoção do cão, afetando seu convívio social e a realização de atividades diárias, o que, por sua vez, acaba gerando problemas comportamentais e outros malefícios. A massoterapia canina pode reduzir a percepção da dor por meio do relaxamento muscular e, assim, devolver ao cão sua mobilidade e qualidade de vida.

A massagem é algo que se faz com o cão, e não para o cão!

São muitas as situações em que a massoterapia canina é aplicável. As mais comuns envolvem certas doenças ortopédicas que podem, com maior ou menor intensidade, afetar a musculatura e desencadear a claudicação (manqueira).

massoterapia canina

Essa claudicação, decorrente da compensação de membros, afeta a biomecânica do cão, que passa a sentir a necessidade de alterar com frequência sua postura, bem como sua forma de caminhar, sentar ou chacoalhar o corpo. Tudo isso gera uma dor muscular que, se não for tratada de forma rápida e correta, pode levar a lesões irreversíveis. Dentre as patologias que podem afetar o sistema muscular dos cães, as mais comuns são:

  • artrite e artrose,
  • displasia coxofemoral,
  • displasia de cotovelo,
  • doença do disco intervertebral,
  • rompimento do ligamento cruzado,
  • luxação de patela,

O importante é não negligenciar os efeitos que as doenças primárias causarão, mais cedo ou mais tarde, nos músculos dos nossos cães!

Mas serão apenas essas as situações em que é recomendável recorrer à massoterapia canina?

Definitivamente não! Em sua rotina, nossos cães passam por diversas situações que podem levar a uma lesão muscular. Os perigos são muitos: um piso escorregadio, um salto malsucedido, uma corrida atrás da bolinha, um treino mais forte, uma aula de adestramento, uma caminhada excessiva, o sobrepeso, a idade, enfim… Quando paramos para analisar a vida dos nossos cães, fica claro que as ameaças aos seus corpinhos são mais frequentes do que costumamos imaginar!

Por que, então, massagear seu cão?

Porque a massoterapia canina…

  1. Não é um luxo, e sim uma forma de cuidar da saúde do seu cão.
  2. Reduz desconfortos musculares.
  3. Diminui a percepção da dor.
  4. Melhora a capacidade de locomoção.
  5. Elimina toxinas do corpo.
  6. Beneficia o corpo e a mente, promovendo o bem-estar.
  7. Enriquece o relacionamento entre você e o seu cão!

Deve-se ter em mente que essas situações corriqueiras podem gerar uma lesão muscular, e que essa lesão normalmente terá efeitos negativos, tanto físicos quanto emocionais. A massagem é uma forma não invasiva e natural de combater esses problemas, prolongando a qualidade de vida do cão. Associada aos cuidados do médico veterinário, a massoterapia canina é um componente importante de um planejamento completo de saúde e bem-estar para o seu cão. Entre em contato e tire todas as suas dúvidas!

Importante: a profissão de massoterapeuta canino no Brasil ainda não é regulamentada pelo CFMV. Contudo, a AnimaTherapy atua sob a orientação do CRMV-SP.

Agende uma sessão!

2 + 12 =