A massoterapia não poderá voltar no tempo e resgatar a juventude do seu cão. Mas pode deixá-lo mais animado e bem-disposto depois de uma sessão, às vezes recuperando seu interesse em fazer algo que há muito tempo não tinha vontade de fazer.

O cão idoso

Com sessões regulares, é possível melhorar o funcionamento do sistema imunológico do cão, além de mantê-lo saudável e reduzir suas dores durante a velhice.

Muitos cães com idade mais avançada sofrem de artrite, rigidez articular e dores musculares. Muitas vezes eles têm dificuldade em se locomover e, como resultado, seus músculos ficam fracos. Podemos perceber isso quando nossos cães não querem mais sair para caminhadas, levantam-se muito lentamente, ou relutam em subir e descer escadas. Com a massoterapia, é possível reduzir a rigidez e facilitar o movimento do cão. Além disso, o tratamento melhora o tônus dos músculos e pode substituir alguns dos exercícios que, por causa de suas limitações, ele deixou de fazer.

Cães idosos com problemas cardíacos ou renais também se beneficiam com a massoterapia, principalmente em razão do estímulo que ela traz à circulação. Esse aumento da circulação leva nutrientes para as extremidades e libera endorfinas, proporcionando uma sensação de bem-estar, além de ajudar o corpo a se livrar de toxinas que facilmente se acumulam no tecido.

Com sessões regulares, é possível melhorar o funcionamento do sistema imunológico do cão, além de mantê-lo saudável e reduzir suas dores durante a velhice.

A massoterapia dá-lhes um novo sopro de vida.

Dê seu like e compartilhe!
error: Content is protected !!